05 mar

Custo da cesta básica cai em 12 capitais brasileiras

Fonte: Agência Brasil O custo da cesta básica caiu em fevereiro em 12 das 17 capitais brasileiras analisadas na Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, feita mensalmente pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Nas demais cinco capitais, o preço da cesta aumentou. As maiores reduções foram registradas em Campo Grande (-4,67%), Brasília (-3,72%), Belo Horizonte (-3,16%), Vitória (-2,46%) e Goiânia (-2,45%). Já a capital onde ocorreu a maior alta no mês foi João Pessoa (2,69%), seguida por Curitiba (2,33%), Natal (2,19%), Belém (1,11%) e Porto Alegre (1,03%). A cesta básica mais cara do país é a de Florianópolis, com custo médio de R$ 639,81. A mais barata é a de Aracaju, com custo médio de R$ 445,90. Com base na cesta mais cara, a de Florianópolis, o Dieese estimou que o salário mínimo necessário para suprir as despesas de um trabalhador e da família dele com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência seria de R$ 5.375,05, o que…[+]
02 mar

Bolsonaro zera PIS e Cofins do diesel e do gás de cozinha

Fonte: Agência Brasil O presidente da República editou na noite desta segunda-feira (1º) um decreto e uma medida provisória que zera as alíquotas da contribuição do Programas de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS) e da Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins) incidentes sobre a comercialização e a importação do óleo diesel e do gás liquefeito de petróleo (GLP) de uso residencial. A medida foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União. Em relação ao diesel, a diminuição terá validade durante os meses de março e abril. Quanto ao GLP, ou gás de cozinha, a medida é permanente. A redução do gás somente se aplica ao GLP destinado ao uso doméstico e embalado em recipientes de até 13 quilos. “As duas medidas buscam amenizar os efeitos da volatilidade de preços e oscilações da taxa de câmbio e das cotações do petróleo no mercado internacional”, informou a Secretaria-Geral da Presidência da República. Para cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal, como forma de compensação tributária,…[+]
02 mar

Varejo do Brasil perdeu 75 mil lojas em 2020, diz CNC

Fonte: G1O Brasil perdeu 75,2 mil lojas em 2020, segundo levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). O número é o saldo entre abertura e fechamento de estabelecimentos com vínculos empregatícios do comércio varejista brasileiro. O freio de atividade econômica imposto pela pandemia do coronavírus é a causa para o déficit no ano passado. Pelo termômetro da CNC, o número foi o pior desde 2016, quando o saldo negativo foi de 105,3 mil lojas no ano. A quantia de empregos formais também foi reduzida. A perda foi de 25,7 mil vagas com carteira assinada, também a maior desde 2016. Naquele ano, foram eliminados 176,1 mil postos de trabalho. Setores e estadosA CNC também dividiu por setores o impacto dos fechamentos do varejo em 2020. O segmento de “vestuário, calçados e acessórios” foi o mais afetado, com mais de 22,3 mil estabelecimentos fechados. Na sequência, vêm “hiper, super e minimercados” (-14,38 mil) e “utilidades domésticas e eletroeletrônicos” (-13,31 mil). O saldo foi negativo…[+]
26 fev

Para prefeitos de Goiânia e Aparecida, lockdown é inevitável

Fonte: Mais Goiás O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos), e o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB), decidiram, no final da manhã desta sexta-feira (26), em uma reunião no Paço Municipal, que vão adotar medidas mais duras diante do aumento dos casos da Covid-19 nas cidades. A coluna apurou que um novo lockdown, por pelo menos sete dias, é tido como quase inevitável. Apenas os serviços essenciais, como supermercados, farmácias e indústrias continuarão funcionando. Cruz e Mendanha vão se reunir com o governador Ronaldo Caiado (DEM) na tarde de hoje, no Palácio das Esmeraldas, e, em seguida, vão se encontrar com os 18 prefeitos da Região Metropolitana de Goiânia para alinhar medidas em conjunto para que o fechamento das atividades tenham uma maior efetividade. [+]
26 fev

Escola Agos promove o Curso de Cartazista

A Associação Goiana de Supermercados – Agos, está seguindo todas as orientações de segurança em saúde no combate à Covid-19, para a realização dos cursos presenciais. Todos os participantes do curso de cartazista juntamente com o instrutor usaram máscaras, mantendo o distanciamento e a higienização. A Escola Agos realizou nesta quarta e quinta- feira, dias 24 e 25 de fevereiro, o curso de cartazista profissional ministrado pelo instrutor Luciano dos Santos, da empresa Varejo In (empresa de comunicação promocional e sinalização indoor). O cartazista é uma profissão que exige técnica e por esse motivo muitas pessoas estão em busca de qualificação profissional. Foi o que ficou constatado no curso na sede da Agos. Todos os inscritos veriam buscar conhecimento e estão dando os primeiros passos para ser um cartazista . O curso de dois dias despertou interesse de pessoas de Goiânia e também de várias cidades do interior do Estado. Neste período de pandemia a Agos se preocupou em seguir todas as normas de segurança em saúde no combate à Covid-19. Comunicação visual [+]
24 fev

Códigos de embalagens são alterados na Tabela de Imposto sobre Produtos Industrializados

Fonte: Governo do Brasil A Tabela de Incidência de Imposto sobre Produtos Industrializados (TIPI) – que visa estabelecer uma listagem com a descrição dos produtos em grupos de acordo com sua categoria e suas respectivas alíquotas, para fins de comercialização – precisou se adequar à Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM). Disponível para consulta no site da Receita Federal, a tabela utiliza como base os códigos de acordo com a NCM, sistema que determina um único código para cada mercadoria de modo a facilitar as atividades no comércio internacional. De acordo com Decreto nº 8.950/2016 – que aprova a Tabela para Incidência de Produtos Industrializados – toda alteração da NCM que não implicar mudança de alíquota deve ser adequada pela Receita Federal. Com isso, a modificação dos códigos na TIPI, realizada no último dia 11 de fevereiro, foi necessária após alteração, em setembro do ano passado, dos mesmos códigos tarifários na NCM. Após a adequação efetuada neste mês, apenas os produtos relacionados ao antigo código 392330.00 – garrafões, garrafas, frascos e artigos…[+]
23 fev

Produtos de higiene e limpeza têm variação de até 238,53% em Goiânia

Levantamento do Procon municipal foi realizado entre os dias 16 a 19 de fevereiro em 10 redes de supermercados da capitalFonte: Procon Goiânia  O Programa de Defesa do Consumidor (Procon Goiânia) encontrou variação de até 238,53% em produtos de limpeza e higiene pessoal. A pesquisa foi realizada entre os dias 16 a 19 de fevereiro, em 10 redes de supermercados de Goiânia. Foram analisados 39 produtos utilizados na limpeza de uma residência e artigos para higiene pessoal. O levantamento reúne os preços de itens como sabonete, shampoo, escova de dente, creme dental, álcool, detergentes, amaciantes, sabão em pó, entre outros. Entre os itens pesquisados, o sabonete em barra de 85 gramas apresentou variação de 238,53%.  No local mais barato o preço é R$ 1,09 e no mais caro a R$ 3,69.Outro produto que alcançou variação de 180%, foi o absorvente feminino com 8 unidades. O menor preço foi de R$ 1,99 e o maior de R$ 5,59. Já o creme dental de 70 gramas teve variação de 176,47%. O menor valor foi de R$ 1,19 e o…[+]
22 fev

Presidente da Agos faz visita de cortesia ao prefeito de Goiânia Rogério Cruz

Nesta quinta-feira (18), o Presidente da Associação Goiana de Supermercados (Agos), Gilberto Soares, acompanhando pelos parlamentares Vereador por Goiânia, Wellington Bessa e o Deputado Delegado Eduardo Prado, realizaram uma visita de cortesia na Prefeitura de Goiânia. Na ocasião foram recebidos pelo prefeito Rogério Cruz, onde apresentaram dados e demandas do segmento supermercadista. foi solicitado ainda, a participação do segmento nos Comitês de enfrentamento e prevenção à Covid-19 para expedição dos decretos. Vale lembrar que o setor supermercadista em Goiás representa uma grande parte da economia e também se destaca na geração de emprego. [+]