11 out

Rastreabilidade: Produção e consumo responsável de alimentos

Fonte: G1 Paraná O sistema de rastreabilidade de vegetais frescos (frutas, verduras, legumes, raízes, tubérculos e hortaliças vendidos in natura) entrou em vigor no Brasil em 8 de agosto deste ano, dando maior transparência aos processos de produção e logística dos produtos agropecuários. A Instrução Normativa Conjunta nº 2 (INC2) do MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde), de 8 de fevereiro de 2018, será aplicada em todo o território nacional, de forma gradativa e por grupos de alimentos, até agosto de 2021. O objetivo a normativa é o monitoramento e controle dos resíduos de agrotóxicos. Assim, o consumidor terá o conhecimento da origem dos produtos consumidos. Em resumo, a rastreabilidade é saber: Quem produziu? O quê? Quando? Como? E para quem vendeu? Contribuindo para a identificação do produtor caso ocorra a identificação de produtos com resíduos de agrotóxicos proibidos ou acima dos limites máximos permitidos pela legislação. É uma forma de aumentar a segurança alimentar no Brasil, garantindo alimentação saudável à população….[+]
10 out

Agos visita Procon Municipal

Nesta quinta feira,10, o presidente da Agos, Gilberto Soares acompanhado do vereador por Goiânia, Benício Trindade do partido solidariedade participou de uma visita de cortesia no Procon Goiânia. Na ocasião eles foram recebidos pelo superintendente do Procon Goiânia, Walter Pereira da Silva. A reunião durou cerca de uma hora e o presidente da Agos aproveitou para estreitar os laços entre as instituições e tratar de assuntos referente aos supermercadistas. Também estavam presentes na reunião o superintendente da Agos, João Bosco Pinto de Oliveira e o representante da Viver/Jasmine, Marcelo. [+]
09 out

Estação do Conhecimento gera qualificação profissional na 18ª SuperAgos

O Centro Universitário Alves Faria foi o responsável pela “Estação do Conhecimento” durante a maior feira de negócios para supermercados e panificadoras do Centro-Oeste. No total, foram 12 palestras ministradas por docentes e convidados da Unialfa, que abordaram temas desde marketing emocional, até gestão de capital de giro. O evento aconteceu entre os dias 23 e 25 de setembro, no Centro de Convenções de Goiânia. Pelo segundo ano consecutivo, a Unialfa foi parceira da SuperAgos, feira de negócios e relacionamento entre indústrias, atacadistas, distribuidores e prestadores de serviços. A 18ª edição do evento teve como tema “Os novos caminhos que impactam o varejo”. O objetivo da Unialfa, de compartilhar conhecimentos, foi amplamente alcançado, oferecendo subsídios para os participantes do evento no que tange a qualificação para o mercado de trabalho. Nos três dias da SuperAgos, passaram 173 pessoas nas oficinas e palestras na Estação do Conhecimento. Segundo José Alves Filho, presidente do Grupo José Alves, a participação da Unialfa tem uma importância muito grande em termos de aproximação com o mundo…[+]
08 out

Rodadas de Negócios na SuperAgos somaram mais de R$ 8 milhões

A Associação Goiana de Supermercados (Agos)  levou pela primeira vez para a 18ª Convenção e Feira de Negócios para Supermercados e Panificadores no Centro de Convenções de Goiânia (SuperAgos), a rodada de negócios, um sistema que ajuda empresários a encontrar a maneira correta de comprar e de negociar, ampliando o network de fornecedores e conhecimento de produtos. A programação da 18ª Convenção e Feira de Negócios para Supermercados e Panificadores no Centro de Convenções de Goiânia (SuperAgos), realizada nos dias 23, 24 e 25 de setembro de 2019, dedicou espaço para uma série de Rodadas de Negócios com o intuito de aproximar vendedores e compradores, principalmente no setor de autosserviço. Os participantes estavam em busca de novos fornecedores de produtos e serviços para seus estabelecimentos. As Rodadas de Negócios aconteceram nos dias 24 e 25/09 , em um espaço preparado especialmente para o momento, dentro do evento, no Centro de Convenções de Goiânia e o Sebrae-GO em parceria com a Agos realizou , 116 encontros entre 13 empresas…[+]
07 out

Custo da cesta básica em setembro diminuiu em Goiânia

Fonte: Agência Brasil Em setembro, o custo da cesta básica foi menor em 16 cidades, de acordo com a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) em 17 capitais, divulgada nesta sexta-feira (4). As diminuições mais expressivas ocorreram em Fortaleza (4,63%), Curitiba (3,73%) e Brasília (3,10%). A única alta foi registrada em Recife (1,53%). A capital com a cesta mais cara foi São Paulo (R$ 473,85), seguida de Porto Alegre (R$ 458,29), Rio de Janeiro (R$ 458,21) e Florianópolis (R$ 454,94). Os menores valores médios foram observados em Aracaju (R$ 328,70) e Salvador (R$ 345,04). Em 12 meses, com exceção de Aracaju, que teve redução de 3,98%, todas as capitais acumularam alta, que oscilaram entre 3,44%, em Campo Grande, e 10,51%, em Goiânia. De janeiro a setembro deste ano, nove municípios pesquisados acumularam retração, com destaque para Aracaju (-8,38%), Campo Grande (-6,12%) e Belo Horizonte (-4,35%). Outras oito cidades tiveram taxa positiva. A mais alta foi verificada em Recife (7,81%). [+]
07 out

Escola Agos realiza curso Formação de Gerente de Supermercados

O gerente de supermercados é responsável por toda a organização, planejamento estratégico, gerenciamento de recursos materiais e financeiros, além de estruturar a equipe de colaboradores, zelando pelo funcionamento da loja. A Escola Agos promove nos dias 17 e 18 de outubro o curso de Formação de Gerente de Supermercados, das 8h30 às 18h, na sede da Agos, no setor Sudoeste, em Goiânia. As aulas serão ministradas pelo diretor-presidente do Instituto Varejo em Ação e Instituto Nacional de Desenvolvimento Pessoal e coordenador Nacional da Escola de Vendas, Ademir Gomes. O curso visa a atualização das experiências profissionais, com foco na diminuição de desperdícios para melhorar as vendas e alcançar mais lucratividade. Para se profissionalizar e tornar um gerente moderno, atualizado e empreendedor basta se inscrever no link https://forms.gle/mawqVaRxEcLcMT588. Mais informações 3215-2825 ou 9 99117-0738. O valor do curso é de R$300 para associados e R$ 390 para os não associados. [+]
04 out

Saiu na SuperVarejo: Semana do Brasil e FGTS puxaram vendas em setembro

Fonte: APAS A estreia da Semana do Brasil e os saques do FGTS contribuíram para que setembro registrasse alta de 2,2% nas vendas a prazo e 2,4% à vista, fechando em crescimento médio de 2,3%, segundo o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), o que surpreendeu, visto que o mês não performa tão bem para o varejo. O resultado representa melhora em relação ao mesmo período de 2018, quando houve queda de 0,9% no indicador. “Era um cenário de incerteza eleitoral, e o consumidor estaca com um pé atrás”, lembra o economista da ACSP, Emílio Alfieri. Na comparação mensal, a variação nas vendas de bens duráveis, como eletrodomésticos, ficou zerada. Já as de não duráveis, como vestuário e calçados, caiu 15,9% – um movimento normal, justificado pela sazonalidade e a comparação com agosto, que teve o Dia dos Pais, uma data consolidada. “Na segunda quinzena de setembro, o tempo virou de repente e fez desacelerar as vendas da coleção primavera-verão”, diz Alfieri. “Mas em outubro, com o clima começando a firmar…[+]
04 out

Vendas do setor supermercadista crescem 3,39%

Fonte: Abras De janeiro a agosto, o setor supermercadista registrou 3,39% de crescimento real – deflacionado pelo IPCA/IBGE, de acordo com o índice Nacional de Vendas da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), o maior resultado acumulado no período desde 2014. Em agosto, as vendas reais registraram alta de 4,25% na comparação com o mês de julho e crescimento de 7,10% em relação ao mesmo mês de 2018. Para o presidente da ABRAS, João Sanzovo Neto, o resultado acumulado mostra que a economia brasileira está começando a reagir. “Em agosto, foram criados 121,4 mil vagas de empregos formais, e o acumulado chegou a 593.4 mil postos, segundo o Caged, o melhor desempenho para o período desde 2014. Além disso, outros fatores também impactaram nossos números, o crédito à pessoa física aumentou, a inflação segue estável, e os juros caindo. Parece que o Brasil voltou “a respirar”, e, não apenas o nosso setor, os resultados positivos se estendem para o comércio varejista em geral, setor de serviços. A produção industrial registrou em agosto 0,8% de alta, também…[+]