13 maio

Carrefour paga R$ 1,95 bilhão por 30 lojas da rede Makro no Brasil

Em anúncio aos acionistas, presidente global da empresa afirmou que essa transação é ‘o movimento mais importante do Grupo Carrefour no Brasil desde a aquisição do Atacadão em 2007’. O Carrefour Brasil comprou 30 lojas da rede Makro no país por R$ 1,95 bilhão, de acordo com um anúncio feito aos seus acionistas e ao mercado neste domingo (16). São pontos em 16 estados e no Distrito Federal. Somados, eles têm 165 mil metros quadrados de área de vendas. Essas lojas venderam R$ 2,8 bilhões em 2019, em conjunto. Dos 30 mercados comprados, 22 são de imóveis próprios, e 8, alugados. Também foram adquiridos 14 postos de combustíveis operados pela Makro. De acordo como comunicado, eles serão integrados à rede Atacadão, de atacarejo, lojas que vendem por atacado e varejo. O plano é converter as bandeiras de todos as 30 lojas até 12 meses. Os pontos adquiridos ficam nos seguintes estados: Rio de Janeiro, Paraná, Goiás, Bahia, Pernambuco, Ceará, Mato Grosso, Alagoas, Santa Catarina, Pará, Amazonas,…[+]
13 maio

Supermercado online em Goiânia: opções para fazer compras sem sair de casa

Se você está sempre adiando as compras do mês e ainda pretende evitar aglomerações, uma boa alternativa é recorrer aos supermercados online que fazem entregas na cidade. Fonte: Dia Online Ir ao supermercado é uma tarefa que nem sempre agrada a todos, sendo desgastante e às vezes até motivo de estresse. Se você tem o costume de ficar sempre adiando as compras do mês, uma boa alternativa pode ser recorrer a um supermercado online em Goiânia, que garante preços tão bons quanto as lojas físicas, e ainda te faz evitar aglomerações e toda a demora para escolher cada produto nas prateleiras e gôndolas. Existem excelentes opções na cidade que trabalham com variedade de produtos, desde hortifrúti até produtos de limpeza, por exemplo. Sempre dá para encontrar tudo que você precisa e o melhor é que as entregas são feitas de forma bem rápida. Pensando nisso, nós aqui do Portal Dia Online preparamos uma listinha com os melhores sites para você fazer suas…[+]
13 maio

Pandemia acelerou crescimento de supermercado online, afirma especialista

Fonte: Ecommerce Brasil Após a implantação do isolamento social para conter o avanço da pandemia de Covid-19, um setor que vinha caminhando para a expansão no e-commerce, de uma hora para outra, passou a ser um dos setores mais procurados pelo consumidor: o supermercado. E, de acordo com Fábio Veras, diretor de TI dos Supermercados Nagumo, essa demanda chegou para ficar. Durante bate-papo com João Paulo Amadio, sócio-fundador da DWBH, no The Future Of E-Commerce | Tech, realizado nesta terça-feira (12), Veras explicou porque acredita que as compras online nos supermercados farão cada vez mais parte da vidas pessoas. “No último evento da APAS (Associação Paulista de Supermercados) em outubro do ano passado, cerca de 50% dos presentes afirmaram já terem operação de e-commerce consolidada ou estavam em vias de . Com a Covid-19, o setor de supermercados está praticamente empatado com com informática. É muito mais que o desafio da Black Friday”, revela Veras. Segundo o especialista, o principal desafio agora não é mais tecnológico, mas de…[+]
11 maio

Com baixo índice de isolamento, Rio Verde pode ter até supermercados fechados nos dias 16 e 17 de maio

Prefeito informou que, na última semana, cidade oscilou entre 26% e 49% de isolamento. Ele alerta a população que não se descuide da prevenção ao coronavírus. Fonte: G1 Goiás A Prefeitura de Rio Verde, no sudoeste goiano, anunciou que todo o comércio da cidade – inclusive supermercados – pode ficar fechado no próximo final de semana (16 e 17 de maio) se os índices de isolamento social não melhorarem. Prefeito da cidade, Paulo do Vale (DEM) afirmou que o alerta tem por objetivo conscientizar a população de que não se pode descuidar no combate à pandemia do coronavírus. A administração usou como base uma pesquisa que apontou que Goiás tem o pior índice de isolamento social do Brasil. Na última semana, a cidade oscilou entre 26% e 49% de isolamento, o que preocupou o prefeito, já que as taxas estão abaixo até da média do estado. “É um alerta. No sentido de sensibilizar o comércio e a população em geral da importância do distanciamento. Vamos monitorar de hoje…[+]
11 maio

Secretário de Segurança estuda lockdown se taxa de isolamento não subir em Goiás

Rodney Miranda diz que houve um ‘relaxamento perigoso’ de medidas contra a Covid-19 e que bloqueio total não está descartado. Estado registrou o maior número de pessoas em circulação no país, segundo levantamento. Fonte: G1 Goiás O secretário de Segurança Pública do Estado de Goiás (SSP), Rodney Miranda, disse na manhã desta segunda-feira (11) que o governo não descarta implantar a medida conhecida como lockdown se a taxa de isolamento não superar 50%. Segundo ele, houve um “relaxamento perigoso” neste índice nos últimos dias, o que poderia aumentar a disseminação do coronavírus. Miranda falou sobre a possibilidade após reunião no Paço Municipal, sede da Prefeitura de Goiânia, em entrevista à TV Anhanguera. O lockdown, embora não tenha uma definição única, é uma espécie de bloqueio total em que as pessoas devem, de modo geral, ficar em casa. O secretário lembrou que Goiás já teve o maior índice de isolamento do país, acima de 60%. No entanto, conforme levantamento divulgado no domingo (10), agora o estado amarga o último…[+]
08 maio

Creme Mel fecha tradicional fábrica em Goiânia

Fonte: Curta Mais Desde a última semana não se houve mais os barulhos das máquinas na fábrica da Creme Mel, no tradicional imóvel localizado às margens da Rodovia dos Romeiros, entre Goiânia e Trindade. A notícia foi dada pelo site Goiânia Empresas e o Curta Mais confirmou a informação com diretores da Creme Mel. A marca goiana decidiu transferir toda sua produção de sorvetes para a cidade de Abreu e Lima, em Pernambuco, onde a Creme Mel já conciliava parte da produção com a Zeca’s Sorvetes, que também faz parte do portfólio do grupo goiano. A decisão foi em em virtude de melhores benfícios fiscais e eficiência produtiva. “Para sermos mais competitivos no mercado nacional, precisamos de incentivos fiscais mais vantajosos. Em nossa análise não fazia sentido ter duas fábricas, então precisaríamos ficar com a mais rentável analisando todas as áreas da empresa”, confirmou uma fonte da empresa ao Curta Mais. Todo departamento administrativo da companhia será mantido na capital goiana. Goiás é o maior mercado da empresa, que já tem boa…[+]
08 maio

Vinícola Aurora propõe experiências enogastronômicas, mesmo à distância, para celebrar o Dia das Mães

Comemorações deste ano deverão ser diferentes para a maior parte das famílias, mas os brindes com vinhos e espumantes, mesmo que virtualmente, podem ser uma sugestão Fonte: Vinícula Aurora Com o distanciamento social causado pela pandemia do coronavírus, estar perto de quem se ama se tornou mais difícil, mas não impossível. Neste domingo (10), o Dia das Mães deverá ser comemorado de forma diferente para a maior parte das famílias. Mais do que um presente para transmitir o carinho e o cuidado de quem sempre se preocupou com você, que tal proporcionar uma experiência enogastronômica para a sua mãe se sentir ainda mais especial? É pensando nas diferentes formas de comemoração e nos variados perfis de mães que a Vinícola Aurora dá algumas dicas para os filhos celebrarem a data, seja presencial ou virtualmente. As opções vão desde drinks, que podem ser preparados em casa ou enviados via delivery para a mãe, até sugestões de harmonizações, que podem ajudar os filhos que deixaram para a última hora os preparativos para…[+]
08 maio

ProGoiás promete conceder incentivo fiscal em até 60 dias

Fonte: Empreender em Goiás O novo programa de incentivos fiscais do governo de Goiás, que deve ser enviado nesta semana para a apreciação da Assembleia Legislativa, tem como meta principal reduzir para 60 dias o tempo de análise e de concessão de benefícios para investimentos privados no Estado. Atualmente, os programas Fomentar e Produzir demoram em média até 12 meses, mas há casos que demandam até dois anos de espera. A avaliação foi feita hoje (06/05) pela secretária estadual Cristiane Schmidt (Economia) em reunião remota com empresários a pedido da Adial Goiás. A secretária apresentou o texto final do projeto que cria o novo programa, depois de nove meses para ficar pronto, que terá vigência até 2032. “Nós queremos um programa menos burocrático. No caso do Produzir e Fomentar o empresário demora, em média, 12 meses e, em alguns casos, até dois anos para fruir esse investimento. No ProGoiás a ideia é agilizar esse processo, sem dor de cabeça no momento da adesão, com segurança jurídica. Será feito tudo por meio de Escrituração Fiscal Digital,…[+]