14 abr

Índice Nacional de Consumo Abras nos lares brasileiros registra crescimento de 7,57%

Fonte: Comunicação Abras O Índice Nacional de Consumo ABRAS nos Lares Brasileiros (INC) apresentou crescimento real de 7,57%, de janeiro a fevereiro, na comparação com o mesmo período do ano anterior, de acordo com o Departamento de Economia e Pesquisa da entidade nacional de supermercados. Em relação ao mês de janeiro de 2021 o índice registrou queda de -6,75%. Na comparação com fevereiro de 2020 a alta foi de 5,18%. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (14), em coletiva de imprensa. O vice-presidente Institucional e Administrativo da ABRAS, Marcio Milan, atribui o resultado do ano à pandemia da covid-19. “Nos meses de janeiro e fevereiro de 2020, o Brasil ainda não tinha sido impactado pela pandemia, que começou em março. Em 2021, com a continuidade das restrições e das medidas de isolamento social para combater a covid-19, com aulas escolares virtuais, trabalho remoto, e bares e restaurantes fechados, o consumo dentro do lar foi favorecido”, declara Milan.  De acordo com o vice-presidente, o resultado negativo na comparação com janeiro é devido ao calendário reduzido do segundo…[+]
14 abr

Presidente da Agos participa de reunião onde prefeito de Goiânia apresenta normas de novo decreto ao Fórum Empresarial

O presidente da Associação Goiana de Supermercados – Agos, Gilberto Soares, juntamente com representantes de outros segmentos participou nesta terça-feira (13/4), no Paço Municipal de um Fórum Empresarial. Na ocasião o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, apresentou a representantes do setor econômico as principais regras do novo decreto de combate à pandemia, que começará a valer a partir desta quarta-feira (14/4). O modelo apresentado, prevê a abertura das atividades não essenciais durante os dias úteis com restrições de segurança em estabelecimentos com potencial para gerar aglomeração. O Presidente da Agos, Gilberto Soares disse que o setor tem total interesse em colaborar com o poder público para orientar e garantir a saúde das pessoas. “Temos sido muito atendidos pela sua equipe e pelo senhor e, por isso, pode contar com a gente para garantirmos o abastecimento às famílias”, frisou. “Nós temos um inimigo comum, ele é o vírus. Por isso, queremos fazer o melhor pela nossa cidade e mais uma vez por meio do diálogo com todos vocês. Nosso objetivo é assegurar a saúde da população, mas…[+]
13 abr

Comércio goiano sobe pela segunda vez após quatro quedas seguidas

Em Goiás, setor de Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo teve queda de 12,2%Fonte: Jornal Opção Pesquisa publicada na manhã desta terça-feira, 13, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que o comércio varejista goiano cresceu 1,8%, na série com ajuste sazonal em fevereiro de 2021. Este é o segundo crescimento consecutivo, após quatro meses de queda. O crescimento no volume de vendas do varejo ampliado goiano de 1,0% em janeiro de 2021, frente a janeiro 2020, pode ser explicado pela alta registrada em seis das dez atividades pesquisadas. O setor que apresentou o maior crescimento foi o de Material de Construção (21,2%), seguido pelo de Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria (17,1%) e o de Equipamentos e materiais para escritório informática e comunicação (9,4%). A atividade de Combustíveis e lubrificantes também apresentou crescimento, com variação de variou 8,9%, sendo sua segunda alta consecutiva, apontando uma recuperação do setor que foi abalado pela pandemia. Apesar do cenário crítico proporcionado pela crise sanitária, a economista e…[+]
09 abr

Nova portaria de Aparecida de Goiânia permite o funcionamento dos supermercados fora do escalonamento regional

O artigo quinto da portaria N° 022/2021-GAB/SMS cita que não serão incluídos no regime de escalonamento os supermercados e outros segmentosNesta sexta-feira (09), a Prefeitura de Aparecida adotou uma nova forma de escalonamento regional para o exercício de atividades econômicas no Município de Aparecida de Goiânia, que passa a valer já na próxima segunda-feira (12). Agora, Supermercados, hipermercados e mercearias podem funcionar fora do escalonamento, desde que respeitados os requisitos estabelecidos pela Portaria nº 040/2021-GAB/SMS, sem prejuízo das demais normas de segurança em saúde no combate à Covid-19. Acesse a nova portaria da Prefeitura de Aparecida de GoiâniaBaixar [+]
08 abr

Rappi Entrega em 10 Minutos App Lança Dark Stores para Itens de Supermercado

A Rappi, aplicativo de entrega, inicia a operação de 26 dark stores no Brasil, nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Curitiba (PR), Recife (PE) e Fortaleza (CE). As lojas serão focadas em entregas de diferentes produtos de supermercados parceiros, desde queijo, por exemplo, até itens de limpeza. Segundo a plataforma, o objetivo é realizar a entrega em até 10 minutos e chegar a 60 dark stores neste semestre e a 100 até o final de 2021. No aplicativo, a modalidade é disponibilizada no botão “Turbo” e a taxa terá o mesmo valor do frete convencional. A Rappi também opera 100 dark kitchens no país (cozinhas com atendimento exclusivo para delivery) e, em 2020, cresceu 79% na vertical de supermercados, bebidas e farmácias no Brasil. [+]
06 abr

Código de barras completa cinco décadas de vida

Fonte: Redação SuperHiperOs processos logísticos automatizados como conhecemos hoje nasceram há 50 anos, quando grandes líderes da indústria de alimentação, varejo e bens de consumo se reuniram em Nova Iorque (USA) para desenvolverem um padrão que identificasse os produtos e promovesse mais excelência no fluxo de distribuição. Em 31 de março de 1971, nascia o código numérico que daria origem ao código de barras usado mundialmente até hoje para identificar nos sistemas de gestão todos os itens colocados nas prateleiras do varejo. O código de barras é a representação gráfica para leitura por feixe de luz infravermelho da sequência de números com nome de Global Trade Item Number, em português, Número Global do Item Comercial, ou, simplesmente, GTIN. É ele que identifica, de maneira única, cada produto, substituindo as etiquetas de preços que não eram capazes de reconhecer a individualidade de cada item. E o GTIN tornou-se o padrão da cadeia de suprimentos mais importante da história. Hoje, o código de barras é lido mais de seis bilhões de vezes todos os dias; está presente em 100 milhões de…[+]
05 abr

Modelo de Atacarejo cresce em Goiás com abertura de mais 11 novas lojas até 2023

Fonte: O Popular Em tempos de maior arrocho econômico, por conta das restrições impostas pela pandemia do coronavírus, os chamados atacarejos (supermercados que mesclam os formatos de vendas no atacado e varejo) caíram no gosto do consumidor. Algumas destas redes do ramo já anunciaram a intenção de abrir novas lojas na capital e em cidades do interior do Estado, que deve receber, pelo menos, 11 novas unidades com este perfil até 2023. Um levantamento da Nielsen mostrou que, em novembro do ano passado, enquanto os supermercados e hipermercados tiveram um aumento nominal de 8% nas vendas, na comparação com 2019, nos atacarejos esta expansão foi de 32,2%. Este desempenho expressivo tem motivado expansões das redes que atuam no segmento e Goiás se tornou um dos territórios para estes novos investimentos, tanto na abertura de novos pontos de venda, quanto na migração de supermercados e hipermercados para formato atacarejo. Nos últimos três anos, o Costa Atacadão abriu cinco lojas em Goiás e já tem previsão para abrir outros cinco pontos de venda até…[+]
05 abr

Conheça as redes varejistas campeãs no Brasil em coleta de lâmpadas para reciclagem

Desde que a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) foi instituída no Brasil, ficou claro que a responsabilidade pela destinação final ambientalmente adequada de alguns materiais, como as lâmpadas que contêm mercúrio em sua composição, deve ser compartilhada por fabricantes, importadores, distribuidores, comerciantes e consumidores. A proximidade com o consumidor garante ao comércio um papel fundamental na logística reversa de lâmpadas. Por isso, a Reciclus (Associação Brasileira para a Gestão da Logística Reversa), organização sem fins lucrativos responsável pela gestão do processo no País, atua para ampliar a parceria com redes varejistas que têm a sustentabilidade em seu DNA. Tanto que as 10 principais redes varejistas parceiras da Reciclus já coletaram, desde 2017, um total de 3.850.237 de unidades de lâmpadas, ou 29% do volume coletado pelo programa. Isso significa que todo esse material teve a destinação correta, ou seja, deixou de ir para o lixo comum. Veja o ranking das 10 varejistas campeãs em coleta de lâmpadas pós-uso (*): POSIÇÃOREDEUNIDADES DE LÂMPADAS COLETADAS 1ºLeroy Merlin1.782.7172ºMakro347.7133ºCOOP307.6104ºCarrefour299.8235ºGPA (Extra)271.2106ºBalaroti212.5627ºBIG195.1778ºAssaí166.1929ºAtacadão140.24510ºConstrudecor126.988 [+]